Aguarde, carregando...

Subindo Ambiente WEB na Amazon AWS EC2 com Recursos Gratuitos

Subindo Ambiente WEB na Amazon AWS EC2 com Recursos Gratuitos
Robson Leite
Por: Robson Leite
Dia 10/08/2018 10h00

Crie uma máquina que seja capaz de abrigar o wordpress com os serviços necessários como Apache, PHP7.2 e MariaDB com a infra gratis da AWS

Salve salve moquerido! No play de hoje vamos deixar um pouco o code em standby e vamos ver como que funciona a infraestrutura da Amazon.

É sabido que a Amazon é uma das melhores estruturas que você pode contar, mas como com grandes poderes vem grandes responsabilidades!

Embora você tenha grandes recursos dentro da Amazon, ela acaba sendo muito cara e um processo bastante burocratico caso você opte por gerenciar todos os serviços manualmente.

Durante essa aula vamos criar o nosso ambiente, subir os principais serviços para que tenhamos um sistema hospedado e disponível com acesso público.

Se você está querendo subir o seu ambiente manualmente, eu vou ter por base que você já tenha uma certa afinidade com infra-estrutura. Não precisa ser avançado não... Mas você sabe o que é um Sistema Operacional, quais são as opções, os serviços que precisamos e vai compreender o fluxo.

Criação de Ambiente

Para que a gente consiga trabalhar com a AWS, primeiramente precisamos criar a nossa instância! Basicamente é a configuração da máquina que você vai trabalhar.

Vamos definir, sistema operacional, CPU, memória, disco, interface de rede... Os parâmetros básicos para ter uma máquina rodando.

Você vai notar que a t2.micro é o ambiente disponibilizado pela Amazon com uma carga de 750h por mês. Portanto, se você tiver somente uma instância como essa rodando, você não vai ultrapassar o limite e não será cobrado nada no seu cartão de crédito.

Antes de finalizar o processo ainda, é gerado a key pair, que é o mecanismo que você vai trabalhar para efetuar o seu login via SSH.

Se você é usuário do Windows, provavelmente seja legal você trabalhar com o Cmder. É um aplicativo que vai conseguir rodar os mesmo comandos que fiz na aula. Se você tentar executar o chmod 400 chave.pem por exemplo no Windows, você vai ter um erro dizendo que esse comando não é reconhecido.

Subindo Serviços

Tudo o que a gente precisa fazer vai funcionar por comando. Isso quer dizer que nesse ponto não há interface gráfica para nos auxiliar, então vamos ter todas as ações sem mesmo utilizar o mouse.

Para quem não tem nenhuma familiaridade com Linux, pode pensar que isso é um bixo de 7 cabeças. Depois que você começa a se familiarizar, o dia que você não tiver acesso a isso pode ter certeza que vai sentir falta.

Isso fica bem claro quando eu vou descompactar o wordpress do zip, tento fazer o uso de um programa chamado unzip que não vem nativamente no Ubuntu, mas com uma linha de comando e menos de 3 segundos, ele já está disponível para uso.

Vamos fazer algumas ações para ter os nossos serviços OK!

  • Atualização dos pacotes do Sistema Operacional
  • Adicionar uma nova chave ao repositório
  • Instalação do PHP7.2 (junto com todos os pacotes necessários)
  • Instalação do MariaDB v10
  • Parametrização do banco de dados para acesso externo
  • Parametrização do php.ini (timezone, tamanho do upload, tamanho do post, PDO do MySQL)
  • Reiniciar os serviços
  • Instalação do Wordpress
  • Testes

Instalação de um CMS

Com os serviços rodando, eu faço o download via wget do WordPress. Como o intuito aqui da aula não é parametrizar todos os serviços, eu não fiz a instalação do servidor FTP... Mas fique a vontade se quiser colocar na sua aplicação.

Fiz a instalação do WordPress porque é gratuito e a instalação é bem leve, então se você seguir o mesmo passo a passo comigo vai conseguir chegar no final tendo acesso ao WP igualzinho ao meu.

Isso sem contar que o instalador dele vai verificar se todas as extensões necessárias estão ativas, se as configurações estão válidas, vai se conectar com o banco de dados para saber se há uma conexão correta... Basicamente é um check-up de instalação.

No entato que você vê que em determinado momento que eu tento acessar o wordpress pela primeira vez, é retornado um erro dizendo que falta componente para o banco de dados.

Ambiente OK

Com tudo tendo sucesso, vamos ter uma máquina com um IP público disponibilizado e com acesso liberado na WEB para que possam acessar o seu novo Blog :)

Eu deixo bem claro em determinados momentos na aula que pode ser mais vantajoso você trabalhar com o cPanel! A instalação além de ser menos burocrativa, você conta com praticamente todos esses recursos sendo disponibilizados podendo escolher versões e ter controle sobre tudo o que acontece dentro do seu servidor.

Dependendo do tempo que você vai investir numa infra da AWS, compensa você adquirir um Cloud ou um VPS lá na Rapid Cloud e solicitar o cPanel para seu servidor, e não se esqueça, aluno tem desconto na Rapid... Só conversar com a equipe deles :)

Feedback

Me fala aqui abaixo nos comentários o que você achou dessa aula e se você seguiu o passo a passo comigo! Vou estar disponível aqui respondendo todos os comentários e possíveis dúvidas que possam ter :)

Forte abraço.

Veja também:

Confira mais artigos relacionados e obtenha ainda mais dicas de controle para suas contas.